Browse By

Série Validação | Parte 5: Como fazer uma validação de forma científica

Olá inovadores, estou de volta!
Como prometi no post da série validação parte 3, vou falar um pouco sobre o método científico e ensinar como fazer sua pesquisa e ter suas validações da forma correta.

Se ainda não leu os posts anteriores sobre validação, indico antes dar uma olhada lá, e depois vir para esse, falamos sobre a importância da validação, encontrar uma necessidade e não uma ideia e como começar a validação. 

Se você leu estes posts parabéns! Você provavelmente já sabe fazer validação melhor que muitos empreendedores por aí.

Se você chegou até aqui já sei que você está convencido que: 

  1. Validação é essencial e vai acompanhar você por toda sua jornada;
  2. Muito mais importante que a ideia é encontrar uma necessidade;
  3. Você pode começar por dois caminhos: Público ou Problema;

Tudo isso é ótimo, mas se você saiu na rua para encontrar uma dor para resolver, percebeu que é muito mais difícil do que parece, né? E se você não saiu, está esperando o que?!

Então estou aqui de novo para te ajudar! Vamos falar aqui como encontrar a necessidade de forma científica e sem enviesar. 

O Método Científico

Já parou para pensar porque cientistas usam luvas, máscaras, ambientes controlados em temperatura, pressão, circulação de pessoas, etc? Fazem tudo isso para isolar as variáveis, testar e validar somente aquilo que quer, sem que outras coisas interfiram nos resultados. Dessa forma, ele consegue saber se o resultado foi por conta de sua ação ou por conta de outras variáveis.  

Aqui na Startadora usamos o método científico para fazer as validações, assim os resultados das pesquisas não sejam “contaminados” com outras variáveis que não estavam sendo controladas. 

O modelo de startup exige a repetibilidade para conseguirmos ser exponencialmente escaláveis, por isso é tão importante saber exatamente a relação causa e efeito de tudo do nosso negócio.

Mais importante que vender, é saber os motivos pelos quais conseguimos realizar aquela venda.  

Por isso a validação pelo método científico vai ajudar muito em toda a jornada de construção da sua Startup! 

Como ser científico nas validações? 

Então vou te ajudar aqui como fazer sua validação de forma científica: 

Independente  se você começou pelo público ou pelo problema, estes são os passos do método científico:

Observação

Vá à campo e somente observe, sem juízo de valor, preconceitos, vá a campo com estes dois mindsets: 

  • Cientista, tomando cuidado para não contaminar seu experimento.
  • Detetive, sendo curioso e entendendo sobre o ambiente ao qual está observando.

    Perguntas

Levante perguntas a partir da observação realizada, questione tudo, pense como se fosse uma criança que está começando a descobrir este universo, imagine que você não sabe de nada, mesmo que o questionamento pareça bobo e óbvio, resista à este impulso e questione TUDO!

Hipóteses 

A partir destes questionamentos, formule hipóteses que possam responder às perguntas levantadas na etapa anterior, lembre-se que para ser científico é necessário validar UMA hipótese por vez, se você validar mais de uma por vez vai contaminar sua pesquisa, então, cuidado!

E atenção! Uma hipótese é sempre uma afirmação que você quer testar.

 

Experimento

Realize experimentos para validar as hipóteses.

Ao escolher uma hipótese para validar, rode um experimento.

Para isso tenha definido os seguintes itens:

  • Tempo limite;
  • Uma meta;
  • Um critério de sucesso.

Por exemplo: irei rodar meu experimento em 2 semanas, com 10 pessoas e destas 10 pessoas 5 precisam responder positivamente à minha hipótese. Se qualquer um destes itens não for seguido você não consegue dizer que validou ou invalidou algo, neste caso, se fizer em mais de uma semana e/ou falar com mais ou menos que 10 pessoas.

Análise 

Após terminar o experimento, analise os dados.

Somente neste momento analise os resultados e dados do experimento, venda se você invalidou ou validou sei hipótese, e mais importante que confirmar algo serão os resultados do seu experimento!

Conclusão

Somente após ter todos os dados do experimento tome suas conclusões.

Mesmo se você invalidou sua hipótese, não fique triste ou desanimado, agora é o momento do detetive dentro de você brilhar, analise tudo o que você ouviu e viu e você vai perceber que tem em suas mãos informações muito mais ricas e científicas do ambiente que estava observando. 

 

 

 

 

 

 

E assim terá menos incertezas de para onde seguir os próximos passos. 

Depois desta explicação faz mais sentido de porque usamos o método Científico para fazer as validações?

Se ficou alguma dúvida, tem um vídeo em nosso canal também pode ajudar.

Se não está convencido de que este seja o melhor caminho, vamos bater um papo! 😀

Se está convencido, no próximo post vou te dar umas dicas de como ir a campo usando o método científico. 

Até breve! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *