Browse By

Como devo me preparar para empreender

Fala galera, beleza?

Dessa vez o conteúdo não é útil apenas para empreendedores, e sim para quem deseja começar a empreender e precisa de ajuda para se preparar para a jornada. 

Muita gente nem se dá conta disso até realmente precisar, mas tem sim algumas coisas que você pode e deve fazer antes de começar a empreender. 

E isso faz sim diferença. Basta ver a quantidade de gente que tentou empreender e quebrou rapidamente. Não sei como estão esses números hoje, mas até um tempo atrás eram apenas 80% das empresas abertas quebram em até 2 anos. 

Porém no que diz respeito a startups, esse número chega a ser maior ainda, pois muitas quebram antes mesmo de abrir o CNPJ, pois os sócios desistem, por se tornar inviável. 

E quando digo inviável aqui não estou falando de ideia de negócio impossível de executar, ou de falta de capital. Não é nada disso. Tem muito mais a ver com o empreendedor que cria essa startup. 

Segue comigo aqui para ser prevenido com tudo isso! 

Junte dinheiro!

Sim, planejamento financeiro é importante. Não fique achando que vai criar sua startup e conseguir viver dela na semana que vem. 

No início a startup consome seus recursos, e até que ela consiga pelo menos se pagar, pode demorar um bocado. 

O mínimo recomendado é que você tenha uma reserva ou fonte de renda alternativa que garanta 6 meses sem contar com a empresa. O ideal é ter um ano, pois a validação pode demorar mais do que você imaginou. 

Então se você quer começar a empreender e ainda não deu o primeiro passo, é bem interessante que essa seja a primeira atitude.

Se você tiver conhecimento de finanças, podem ter ferramentas de investimento, que te ajudem a chegar no valor que você quer mais rápido do que colocar a grana embaixo do colchão ou deixar na poupança, que se você não sabe, deveria saber que não é uma boa ferramenta para guardar dinheiro. 

Exista na comunidade

Você precisa interagir com a comunidade de startups mais próxima de você. No Brasil existem várias, e em todas as regiões. Se não for sua cidade, é sua macro região, ou até o estado. 

Mesmo se a comunidade for pequena, importa que ela seja unida, e agora com todos online, você pode participar até mesmo de outras comunidades e grupos de empreendedorismo e startups. 

É muito importante essa troca de conhecimento e o networking para saber de coisas que não saberia sozinho. 

Vai te tirar de muitas enrascadas e encurtar caminhos. Vai por mim!

Se está totalmente por fora desse mundo, entre na comunidade da Vortex, que pode falar com muita gente ali, entre empreendedores de startup, e até nossa equipe está por lá. 

Esteja atualizado, mas abandone modismos

Esse tópico aqui é um puxão de orelha! Eu sei que muitos não fazem por mal, mas se tornar um cara apenas teórico não é legal. “Como assim, teórico?” 

Estou falando de ser alguém que lê todos os livros de empreendedorismo, as biografias de todos os empreendedores de sucesso do Vale do Silício, ir em todos os eventos grandes e badalados nas redes… 

Quando você estiver realmente fazendo sua startup, a percepção dessas coisas vai mudar. O mundo real é sem esse glamour todo, e o tempo é seu recurso mais escasso.

Quem quer construir um unicórnio não fica lendo livros de como todos os outros fizeram… Arregaça a manga e vai atrás do que precisa! 

Estou falando para não estudarem ou se atualizarem? De maneira nenhuma! Mas escolha melhor suas batalhas. Não fique se entorpecendo de informação que não seja útil. 

Desenvolva um filtro próprio do que vai ou não te ajudar, e se livre do que consome seu tempo sem te ajudar em troca. 

Já viu alguém ser campeão de alguma modalidade de luta, lendo livros teóricos de como lutar, e estudando a vida dos campeões? 

Tem que treinar, pô! 

A ideia aqui é a mesma. 

Saiba “tirar o time”

Não sei se você conhece essa expressão, mas quando eu era criança lá na baixada fluminense, era a expressão que a gente usava na hora de escolher a equipe no futebol. 

“Vamos tirar o time!”

Você precisa saber quem você escolhe pra trilhar a jornada com você. Isso é muito importante.

Se você quer pessoas muito boas e capazes, elas tem que ter um motivo para ir com você, pois provavelmente elas conseguem ganhar mais no mercado. Logo, o sonho que você vai vender tem que ter dinheiro e algo mais. 

Outra coisa que a criação da equipe, impacta, é o que cada um quer. Se um quer tocar como o hobby, o outro quer salvar mundo, e um terceiro ser bilionário, dificilmente esses 3 futuros poderão ser alcançados com o mesmo projeto. 

Escolha pessoas que estão sintonizadas com a mesma visão de longo prazo, ou que estejam conectadas, e também tenham os mesmo valores. 

Não precisam ser clones, idênticos, que pensam igual e fazem as mesmas coisas. Pelo contrário, é bom seres diferentes e bem diversos, mas com uma mesma causa e valores no mínimo compatíveis, caso contrário, corre o risco de sua startup se desfazer por desavenças entre os próprios fundadores. 

Clareza de propósito 

Saiba onde você quer chegar. Saiba porque você quer empreender e criar uma empresa. 

Não estou aqui para dizer qual é o propósito certo. Estou aqui para dizer que ele precisa estar claro. 

Pode ser algo nobre como acabar com a fome no mundo, ou simplesmente querer alcançar um estilo de vida que você passe o dia jogando videogame e comendo chocolate. 

Sério, não vou fazer juízo de valor dos seus sonhos e motivações. Mas por favor tenha clareza do que você quer, de onde quer chegar e por que quer chegar! 

Quando você estiver empreendendo isso vai ser muito importante para te manter no game. 

Sem isso você irá desistir e procurar algo mais prazeroso ou rentável. 

Empreender é aprender na ‘prática que nem tudo na vida é só por prazer ou por dinheiro.  

Propósito é um terceiro motivador, e difícil de substituir. Ou tem ou não tem. E se tem, precisa ainda de clareza. 

Tem muito empreendedor que só descobre isso depois ou na caminhada, mas se você conseguir ter isso claro antes de começar, sua chances aumentam muito. 

Claro que você ainda terá que ser flexível no como chegar lá, e negociar os meios, desde que não conflitem com seus valores, mas o propósito tende a se manter na visão que você tem no longo prazo. 

Se comunique! Peça ajuda! 

Se você está nessa situação, e sentiu que ainda precisa de mais, para se sentir seguro de começar a empreender, comenta aí que falamos mais sobre isso de alguma forma. 

É um equilíbrio que você precisa agora, entre ir afogado de qualquer jeito, e nunca começar porque quer as condições ideais. 

Nenhuma das duas é possível. 

Se prepare, se equipe, e vamos trilhar a jornada! 

Até a próxima!

Leia também:

MVP | Como desenvolver seu primeiro protótipo

TAM SAM SOM | Como medir o tamanho do seu mercado corretamente

Estou começando minha startup, devo investir em marketing?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *